segunda-feira

Salve São Jorge!


Hoje é dia de São Jorge, padroeiro do Rio de Janeiro e de outras cidades na Inglaterra, em Portugal e na região de Catalunha. Já deu para perceber que trata-se de um santo muito celebrado, e eternizado pela imagem  do guerreiro sobre o cavalo. Saiba por quê ele é tão admirado

M
uitas pessoas, independente de religião ou crença, admiram esse Santo que é reconhecido pela sua força, determinação e coragem. Segundo a tradição, ele protege os excluídos e marginalizados e ajuda a vencer batalhas, questões complicadas, perseguições, injustiças, disputas e desentendimentos. O dia 23 de abril é marcado como feriado no calendário da cidade do Rio de Janeiro e é festejado em outros lugares onde é padroeiro, como na Inglaterra, em Portugal e na Catalunha. Os soldados, escoteiros e corintianos também têm o santo como seu padroeiro. Acredita-se que ele foi um bravo e destemido militar no Império Romano. Há ainda a lenda que inspirou a conhecida imagem do guerreiro sobre o cavalo. Ela conta que um dragão, que cuspia fogo, saia das profundezas de um lago e aterrorizava uma cidade, sendo que só se acalmava quando mulheres eram entregues a ele como sacrifício.  Um dia a filha do Rei foi a escolhida. No momento em que iria ser levada ao dragão, um cavaleiro apareceu no cavalo branco e derrotou a fera com sua espada. Era São Jorge, que tornou-se ícone de coragem e bravura. Talvez por isso, muitas pessoas gostam de carregar a imagem de São Jorge em peças de roupas ou em objetos. Afinal, quem é que não tem os seus dragões para enfrentar?